sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Por entre a arte e a filosofia: uma apreciação estético-filosófica

Relato de experiência:
POR ENTRE A ARTE E A FILOSOFIA: UMA APRECIAÇÃO ESTÉTICO-
FILOSÓFICA
Resumo
O relato mostra como podem ser utilizadas as tecnologias da informação e da
comunicação para o desenvolvimento de uma apreciação estético-filosófica,
transcendendo a mera busca de conteúdos. A proposta foi desenvolver a apreciação
estética a partir de uma relação dialógica com a atitude filosófica. Para isso, foram
utilizados recursos da internet, vídeos, ferramentas de tradução de páginas e o sítio do
Museu do Louvre. A atividade realizada com alunos universitários consistiu na
identificação de obras de arte presentes em revistas e nos registros das primeiras
impressões obtidas. A partir disso, foi utilizada a internet e o recurso de tradução, a qual
permitiu o acesso ao sítio do Museu do Louvre. Nesse ambiente, os alunos localizaram
diversos tipos de obras de arte. Dentre as obras observadas, algumas foram selecionadas
para a apreciação estética. A apreciação foi guiada por perguntas segundo as categorias
filosóficas. Finalmente foram retomados os primeiros registros agora confrontados com
os novos elementos dados pelas atividades. A síntese dessas análises culminou com a
instalação artística. A experiência evidenciou questões análogas a arte e a filosofia.
Palavra-chave: Filosofia. Arte. Apreciação estético-filosófica. Tecnologias da
informação e comunicação.
Primeiro Passo: Identificação
1. Conteúdo ou tema a ser trabalhado:
Entre a arte e a filosofia
2. Série ou nível de ensino:
Graduação em comunicação social -  3*  período.
Segundo Passo: Seleção de “página” da internet
3. Endereço eletrônico selecionado
1)http://www.youtube.com/watch?v=uEBb9nbFqbk&feature=PlayList&p=BA9835BC51E8371B&index=1
2)http://www.youtube.com/watch?v=NVXA0RbBot8&feature=PlayList&p=BA9835BC51E8371B&index=2
3) (a utilização deste tradutor será facultativo) http://translate.google.com/?sl=fr&tl=pt#

Terceiro Passo: Análise
4. Perfil da “página”:
(sim) Gratuito
(não ) Para acessar os conteúdos é necessário ser associado (pagar uma taxa)
(não ) Cadastra usuários
(não) Possui privacidade de informação
5. Qual a principal finalidade do site?
A principal finalidade do site é informar aos possíveis visitantes do Museu sobre todas as coisas que o museu oferece. Desde a localização, a origem do nome, da história da construção do prédio, dos jardins, a aquisição do acervo, exposições, livros, revistas do museu, lojas (que vendem réplicas das peças), divulgação de outros sites, recurso áudio visuais, palestras, cursos, datas, custos, horários de funcionamento entre outros. Além da especificidade do acervo no que se refere a pinturas, esculturas, objetos, etc. além de disponibilizar esses objetos catalogados de diferentes maneiras, de modo que se possa buscá-los por categorias de estilos, tais como pintura, escultura, etc. ou por origem grego, egípcio, etruscos...
Enfim a finalidade do site é instruir o futuro visitante sobre a importância de cada peça, de cada obra, transcendendo assim os famigerados 15 minutos de Monalisa. Além disso, o site aproxima aquelas  pessoas  que não podem ir pessoalmente ao universo ido museu pessoalmente.
O site do museu parece querer nos lembrar que embora os turistas sejam bem vindos, o museu é um lugar de aprendizagem.

6. Qual grupo ou indivíduo é responsável pelo site?
Direção de política publica e artística do museu é realizada pelo governo Frances por meio da união dos museus nacionais.
Para o desenvolvimento da internet /site do museu existe o apoio das seguintes instituições: Blue Martini software; LCL; Accenture.

7. Apresentação (Observe se a página utiliza barras de rolagens vertical ou horizontal, se as informações estão organizadas de forma que favoreçam a navegação, se formatação é agradável para leitura, se os links são realçados de forma adequada, se as informações são apresentadas de forma linear, se apresenta uma quantidade adequada de informações, como se dá a utilização das cores, das imagens. Enfim, como são utilizados os recursos para a apresentação do conteúdo e para a condução da navegação)
O site apresenta excelente disposição dos links, fácil navegação. As barras de rolagem surgem somente na vertical. Apresenta aspecto clean, não poluído visualmente, a cor clara em tom de rosa seco e um quase branco, embora sejam agradáveis, parece não aproximar o visitante virtual do palácio ao “clima”a “atmosfera”do museu tal qual ele é. Pois devido a sua antiguidade, parece ter aspecto mais sombrio, puxando para as cores amarela marrom e dourado.
Como o Louvre é o museu mais visitado, pois somente  em 2007 recebeu aproximadamente 8,3 milhões de visitas, o site surpreende negativamente  por apresentar versões somente em Frances, inglês, chinês e japonês.
Outro aspecto que deixa a desejar é a ausência de vídeos panorâmicos do palácio e a impossibilidade de maximização de todas as fotos. Ademais o site não apresenta recursos de áudio.

8. Conteúdo (Observe a correção, atualização, objetividade na apresentação do conteúdo)
As informações são consistentes e objetivas, fáceis de serem localizadas em janelas que surgem ao aproximar o mouse da figura. As atualizações das informações parece ser um ponto forte do site, pois traz a programação do museu para todo o ano de 2009 até 2010.
Quanto aos vídeos que serão utilizados, não me deterei em maiores considerações, mas é importante destacar que o apresentador das idéias no vídeo é o filósofo Paulo Ghiraldelli Jr. Este pensador da cidade de são Paulo, tem expressiva publicação em livros e organizações de obras. Assim como é o interlocutor de inúmeros sites de filosofia, tais como www.portaldefilosofia.br; http://ghiraldelli.wordpress.com/. No entanto, não vamos utilizar esses site, selecionando o vídeo direto pelo YouTube Parte dos conteúdos  são pagos outros não. Ghiraldelli  não está vinculado a nenhuma instituição em específico, embora dialogue e participe de inúmeras IES e jornais e revistas. Todos esses sites são de modo geral, bem elaborados e regularmente atualizados, tendo em vista a dificuldade em se ter essas qualidades em sites de filosofia.

Quarto passo: utilização didático-pedagógica
9. Apresente uma proposta de utilização da “página” selecionada em um contexto específico. Defina os objetivos, informe como a atividade será proposta aos alunos, enfim, descreva uma proposta de aula.
Tema: entre a arte e a filosofia
* É habitual o senso comum se perguntar para que serve qual a utilidade da filosofia, assim como também direcionam essas questões para a arte. No entanto, essas questões não são lançadas a medicina, a engenharia. Sendo assim, parece ser plausível que essas duas áreas guardem semelhanças entre si. Os museus, as obras de arte, assim como o texto filosófico parece estarem distantes da vida cotidiana das pessoas. Essa atividade pretende aproximar arte e filosofia e demonstrar que ambas falam da vida, da nossa vida, dos problemas da própria condição humana, sendo assim fala de todos nos.
Objetivos:
• Pensar a arte como atitude filosófica.
• Investigar como a arte pode se tornar filosofia.
• Analisar a utilidade em si mesma da arte e da filosofia.
• Compreender que a importância da arte ou da filosofia, se encontra em seus significados e compreensões.  Desprezando valorações sobre o bom ou mau gosto, assim como a irrelevância da concordância ou discordância sobre uma teoria.
• Conteúdo
A partir de conhecimentos filosóficos estabelecidos em aulas anteriores, como em que consiste a atitude filosófica, o discurso filosófico, a leitura de Foucault da obra “As palavras e as coisas” , texto que apresenta importante análise da obra de Velásquez “As meninas” e a leitura de Hegel.   Passaremos a assistir aos dois vídeos do professor Paulo Ghiraldelli. Esta aula terá o conteúdo dividido em três momentos:
I – Vídeo I – O que é arte?
Como é construída a arte.
Como se ganha o status de arte
O mundo da arte.
II – Vídeo II – O que é arte?
A arte e a finalidade
A arte e a filosofia
A arte e o questionamento
A filosofia e o questionamento
O artista e o filósofo
III – Com o tradutor Google será acessado a home Page do Louvre.
(o uso da ferramenta de tradução será facultativo)
1 Exploração livre do site por 5 minutos.
2 Retorno a página inicial.
3 Clicar em “obras” e depois em  Tópicos coleções e departamentos.
4 Nesta página são apresentados oito departamentos do museu com obras desde as civilizações antigas, idade média até a idade moderna.
5 Os alunos deverão navegar por esse ambiente e escolher uma ou mais obras. Sendo que essas deverão ser pensadas filosoficamente, com atitude filosófica,
6 Atitude filosofia: pensamento reflexivo e abrangente; pensamento autônomo; pensamento crítico; pensamento rigoroso,pensamento radical;abrangente; criativo.
7 A atitude filosófica deverá ser guiada pelas seguintes habilidades: observar bem; saber formular perguntas, formular hipóteses, estabelecer relações, auto correção, definir características essenciais, tradução de linguagens, etc.
8  Enfim os alunos deverão abordar questões problemas, ou seja,  questões de cunho filosófico utilizando categorias filosóficas para a análise e compreensão das obras e de possíveis problemas a partir de perguntas filosóficas. Tais como:
Perguntas da antropologia filosófica: o  que é ser pessoa? Como entender o ser humano no mundo? Como devem ser as relações das pessoas entre si, o que significa ser humano racional, social, emocional, cultural?
Conceitos da antropologia filosófica: pessoa, gente, humano, racional, irracional, respeito dignidade, outro, afetividade, comunicação, crescimento, desenvolvimento, natureza, trabalho etc.
Temas de ontologia: o que é o mundo? Tudo o que existe é mundo? O mundo é a realidade?  Do que é feita a realidade? Os pensamentos fazem parte da realidade? A escola a família faz parte da realidade?
Conceitos de ontologia: mundo, universo, realidade, real, aparência, concreto, abstrato, virtual, mundo, real, permanência, mudança, mundo social, cultural, etc..
Temas de teoria do conhecimento: o ser humano é um ser que pensa? O que é pensar? Ë possível pensar de forma adequada? O que o pensar faz?
Conceitos de teoria do conhecimento: pensar, ter idéias, formar idéias, conceito, entender, compreender, afirmar, negar, ajuizar, relações entre pensar e agir, etc..
Temas de ética: o agir humano é diferentes do agir dos animais? Em que difere?
Conceitos de ética: agir, ação, conduta, intenção, valer, não valer, preferir, justiça, bem, mal, liberdade, autoritarismo, escolha, certo, errado, etc.
Temas de filosofia social e política: porque as pessoas vivem juntas? O que é sociedade? Família?
Conceitos de filosofia social e política: sociedade, individuo, o outro, relações sociais, relações de poder, cidadania, convivência, deveres, direitos, etc..
Temas de estética: porque algo é bonito ou feio? Maravilhoso ou horrível? Porque os seres humanos produzem arte: pintura, escultura, literatura, poesia, musica, dança, teatro, etc? O que é arte?
Conceitos de estética: belo, feio, como se define o belo, o feio, critérios, sensibilidade, arte, varias formas, necessidade da arte, pessoas e arte, a arte e o mundo, criatividade, pensamentos, emoção, arte, fazer arte, etc.
 
Relato de experiencia apreentado no  - XVIII Simpósio de Estudos e Pesquisas da Faculdade de Educação

Saison de la Turquie au Louvre


Ana  Souto
                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário